As lutas pela terra, trabalho e cultura no Quilombo do Mutuca – Mato Grosso, Brasil

Palabras clave: territorio, politicas publicas, comunidades tradicionais, quilombo, Mutuca

Resumen

Este texto trata do habitat rural na Comunidade Negra Rural do Quilombo Mutuca, localizada no Sul do estado de Mato Grosso – Brasil. Analisa a luta dessa comunidade pelo território e territorialidades à luz das políticas públicas territoriais implementadas nos últimos 20 anos. As políticas e programas específicos para comunidades quilombolas reconheceram o direito às terras, aos modos de vida e a sua cultura singular. Apesar desse avanço, a comunidade segue na luta pela terra e seu direito de permanência e pela manutenção de seus modos de vida, de mais de 130 anos, diante da intensa pressão do agronegócio no Mato Grosso.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Citas

Águas, Carla Ladeira Pimentel (2012), Quilombo em festa. Pós-colonialismos e os caminhos da emancipação social. Tese de Doutorado, Universidade de Coimbra, Faculdade de Economia.

Azevedo, Doriane (2015), Políticas territoriais, redes técnicas e políticas na estruturação do espaço em Mato Grosso. Tese de doutorado, Universidade de São Paulo, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. DOI: https://doi.org/10.11606/T.16.2015.tde-11092015-115320.

Bandeira, Maria de Lourdes et al. (1996), Mata Cavalos (MT) - Relatório Histórico Antropológico, Brasília/Cuiabá (Brasil), Ministério da Cultura, Fundação Palmares/Universidade de Cuiabá.

Brandão, André; Da Dalt, Salete & Gouveia, Vitor (2010), Comunidades quilombolas no Brasil: características socioeconômicas, processos de etnogênese e políticas sociais, Niterói (Brasil), EDUFF.

Candido, Antonio (2001), Os parceiros do Rio Bonito: estudo sobre o caipira paulista e a transformação dos seus meios de vida, São Paulo, Ed. 34.

Fiabiani, Adelmir (2005), Mato, palhoça e pilão: o quilombo, da escravidão às comunidades remanescentes (1532-2004), São Paulo, Expressão Popular.

Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, IPHAN (2020), “Referencial Estratégico”. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/pagina/detalhes/314 (Acesso em: 24/09/2020).

Jarrah, Ahmad (2018). “O Congo de Livramento”, en Alente. Disponível em: https://alente.com.br/2018/06/20/o-congo-de-livramento/ (Acesso em: 20/03/2019).

Lefebvre, Henri (2008), Espaço e política, Belo Horizonte (Brasil), UFMG.

Leite, Ilka Boaventura (2000), “Os quilombos no Brasil: questões conceituais e normativas”, Etnográfica, vol. IV, nº2, pp. 333-354. Disponível em: http://ceas.iscte.pt/etnografica/docs/vol_04/N2/Vol_iv_N2_333-354.pdf (Acesso em: 30/03/2019).

Malcher, Maria Albenize Farias (2009), “Identidade quilombola e território”, em Comunicação do Fórum Mundial de Teologia e Libertação, vol. 3, pp. 399-421. Disponível em: http://observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal12/Geografiasocioeconomica/Geografiacultural/120.pdf (Acesso em: 30/03/2019).

Martins, José de Souza (1973), A imigração e a crise do Brasil agrário, São Paulo, Livraria Pioneira Editora.

Martins, José de Souza (1986), O Cativeiro da Terra, São Paulo, Ciências Humanas.

Moura, Antônio Eustáquio (2009), Quilombo Mata Cavalo, a Fênix negra mato-grossense: etnicidade e luta pela terra no Estado do Mato Grosso. Tese de Doutorado, Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Sociais.

Raffestin, Claude (1993), Por uma geografia do poder, São Paulo, Ática.

Santos, Milton (1996), A natureza do espaço: técnica e tempo. Razão e emoção, São Paulo, Hucitec.

Souza, Amarildo Carvalho de (2010), A luta pela garantia dos direitos quilombolas e as políticas públicas de ação afirmativa: Limites e Desafios, Brasília, UFMG [Monografia, Programa de Formação de Conselheiros Nacionais].

Souza, Elizabeth Othon de (2020), Modos de morar no Quilombo Ribeirão da Mutuca: ajustes e transformações do território à luz da política de habitação rural, Dissertação de Mestrado, Universidade de São Paulo, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo.

Vaz, Beatriz Accioly (2016), Quilombos [verbete], em Dicionário Iphan de Patrimônio Cultural, Rio de Janeiro/Brasília, IPHAN/DAF/Copedoc. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/dicionarioPatrimonioCultural/detalhes/81/quilombo (Acesso em: 20/03/2019).

Zuquim, Maria de Lourdes (2002), Os caminhos da Bocaina: uma questão agrária ambiental, Tese de Doutorado, Universidade de São Paulo, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo.
Publicado
12/05/2021
Cómo citar
Othon de Souza, E., & Zuquim, M. de L. (2021). As lutas pela terra, trabalho e cultura no Quilombo do Mutuca – Mato Grosso, Brasil. Ciudades, (24), 167-189. https://doi.org/10.24197/ciudades.24.2021.167-189