Journal of the Sociology and Theory of Religion https://revistas.uva.es/index.php/socireli <p style="text-align: justify;"><strong><em>JOURNAL OF THE SOCIOLOGY AND THEORY OF RELIGION </em>(E-ISSN 2255-2715)</strong>.<strong>&nbsp;</strong> Publicación con el objeto de motivar el debate y la reflexión, así, como el análisis y estudio en profundidad de la religión en todas sus dimensiones: sociológica, antropológica, filosófica, teológica, etc.</p> <p style="text-align: justify;">Los contenidos de la revista están dirigidos a la comunidad científica internacional, admite exclusivamente artículos originales. Es una revista bilingue&nbsp;y sus artículos serán publicados en Inglés y español, pero se acepta excepcionalmente de otros idiomas.</p> <p style="text-align: justify;">Journal of the Sociology and Theory of Religion no establece ningún tipo de restricción a los contenidos de la revista.</p> <p style="text-align: justify;">Indizada en: DIALNET, DULCINEA, INDEX COPERNICUS, MIAR, &nbsp;REBIUN, ULRICH's, ERIH PLUS, REDIB</p> Ediciones Universidad de Valladolid es-ES Journal of the Sociology and Theory of Religion 2255-2715 <p style="text-align: justify;">Todos los trabajos publicados en la revista&nbsp;<em>Journal of the Sociology and Theory of Religion</em> están sujetos a una <a href="https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/legalcode.es">licencia "Creative Commons Reconocimiento-No comercial" (CC-BY-NC)</a>.</p> <p style="text-align: justify;"><span style="text-align: justify;">Los autores continúan como propietarios de sus trabajos, y pueden volver a publicar sus artículos en otro medio sin tener que solicitar autorización, siempre y cuando indiquen que el trabajo fue publicado originariamente en la revista <em>Journal of the Sociology and Theory of Religion</em>.</span></p> APRESENTAÇÃO: NOVAS LEITURAS DE ESTUDOS SOCIAIS SOBRE O FATOR RELIGIOSO https://revistas.uva.es/index.php/socireli/article/view/3244 <p>Os artigos da edição nº 8 (2019) da <em>Journal of the Sociology and Theory of Religion (JSTR), com o título “<strong>Novas leituras de Estudos Sociais sobre o fator religioso</strong>” têm como finalidade problematizar </em>os constrangimentos e as sinergias que nos conduzem por percursos de desenvolvimento social, pois a tomada de consciência de movimentos sociais ligados ao ativismo religioso contribui para o questionamento sobre a produção científica a respeito da tensão entre a religião e as suas manifestações, com dinâmicas próprias no que concerne a um papel social, político, económico, cultural, demográfico e estilo de vida, importantes na vida dos povos, em qualquer parte do mundo globalizado.</p> Maria Do Nascimento Mateus ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2019-02-24 2019-02-24 8 D Las religiones políticas: un análisis de la secularización de la fe https://revistas.uva.es/index.php/socireli/article/view/2472 <p>El presente trabajo tiene por objeto el estudio de la relación entre los fundamentos de la filosofía voluntarista y el desarrollo de las utopías ideológicas, especialmente a la hora de determinar el desarrollo de un culto secular cuya fe descansa en la política como instrumento de salvación colectiva. La tesis del artículo estriba en que la desconexión nominalista de la realidad permitirá la sublimación de un nuevo paradigma antropológico y jurídico. Este ha de romper necesariamente con el orden metafísico pretérito, inaugurando una escatología materialista que prorroga la subjetividad moderna al tiempo que disuelve al sujeto en la indeterminación de lo público, destruyendo la esencia de lo político al administrar y burocratizar todo acontecer humano.</p> Francisco de Borja Gallego Pérez de Sevilla ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2019-04-01 2019-04-01 8 1 44 10.24197/jstr.0.2019.1-44 Novas abordagens e fenómenos em estudos de imigração: movimentos religiosos no coração dos Estados Unidos da América https://revistas.uva.es/index.php/socireli/article/view/2473 <p>Para este estudo partimos da questão-chave<em> - Como é que os imigrantes hispânicos encontram ajuda nas igrejas do triângulo federal Washington DC e Maryland e Virginia face a políticas migratórias de perseguição religiosa, preconizadas pelos Estados Unidos da América?</em> Definimos como objetivos verificar se as igrejas são um espaço de abrigo e apoio aos imigrantes, analisar se são organizações de reunião onde os imigrantes reforçam a sua identidade, compreender se têm um papel ativo na participação/relação com a Igreja. A metodología é de natureza mista, qualitativa/quantitativa, apoiada em dados estatísticos, entrevistas semiestruturadas, inquéritos por questionário, sendo uma amostra probabilística e intencional. A análise dos dados mostra que, para além da crise da pós-globalização e do relançamento do debate identitário, em vez de se repensar a idiossincrasia americana de acordo com os seus princípios fundadores baseados na liberdade, igualdade, pluralidade étnica</p> <p>For the study we leave the key issue – <em>How is that hispanics immigrants have found help in the churches of federal triangle Washington DC and Maryland and Virginia in the face of the migration policies of religious persecution advocated by the Unite States of America?</em> We define as a aims to verify that the churches are a space of shelter and support to immigrants, to analyze if the churches are meeting organizations were immigrants reinforce your identity, to understand if have an active role in religious involvement and relationship with the Curch. The methodology is mixed qualitative/quantitative nature, supported by statistical, inteviews and questionaries, and it was a probability and intentional sample. Data analysis made possible to conclued that beyond the crisis of globalization, and the revival of identity debate, instead of rethinking the american idiosyncrasy according to the founding principles based in the liberty, equality and ethnic and cultural plurality, its postmodern deconstruction has been fostered, giving rise to paradoxical situations of migratory and religious persecution.</p> <p>e cultural, tem sido fomentada a sua desconstrução, dando lugar a situações paradoxais de perseguição migratória e religiosa.</p> Maria Do Nascimento Mateus Antonio Sanchez-Bayón ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2019-04-01 2019-04-01 8 45 82 10.24197/jstr.0.2019.45-82 Manifestações religiosas processionais. Passado e presente na tradição brigantina https://revistas.uva.es/index.php/socireli/article/view/3241 <p>De centúrias passadas remontam algumas demonstrações religiosas dos fiéis católicos. As tradições processionais brigantinas apresentam-se como manifestações públicas, numa junção e mescla de simbologias num mesmo cerimonial, acompanhado por entidades laicas e religiosas, que assumem nesta participação um elo integrador e respeitador desses valores e dessas crenças, assumindo-se a procissão, também, como congregador social. As iconografias representativas destas devoções populares, em que a linguagem simbólica adotada espelha esse respeito e uma solenidade inquestionável, refletem simultaneamente diversas (re)interpretações estéticas e artísticas. Identificando-se diferentes olhares que perscrutam todos esses símbolos representativos integrados em leituras e apreensões subjetivas numa expressão de sentimentos devocionais.</p> <p>&nbsp;</p> Marilia Castro ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2019-02-24 2019-02-24 8 83 110 10.24197/jstr.0.2019.83-110 A omnipresença do telemóvel: contributos para uma reflexão. https://revistas.uva.es/index.php/socireli/article/view/3242 <p>O crescimento explosivo do telemóvel indica que este tipo de comunicação é de grande aceitabilidade social sendo o seu uso, de forma intensiva e multifuncional, e a sua posse cada vez mais precoce. Na verdade, a presença generalizada deste aparelho na vida das pessoas, fazem desta tecnologia um elemento central das suas vidas e tem vindo a alterar de forma significativa os seus comportamentos.</p> <p>Saliente-se que são vários os organismos que recomendam o uso dos telemóveis como ferramenta pedagógica nas salas de aula. Realce-se também a proliferação de estudos empíricos relacionadas com a sua utilização, sobretudo direcionada em torno da camada mais jovem, em contextos formais e informais.</p> <p>Neste sentido, o propósito deste artigo consiste, tão-somente, em convocar alguns elementos reflexivos no quadro da sua “experiência social” sobre o uso de telemóvel, visando essencialmente enfatizar a necessidade urgente de uma atitude adequada e moderada no quotidiano.</p> Rosa Novo ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2019-02-24 2019-02-24 8 111 116 10.24197/jstr.0.2019.111-116 Estudos de género e Religião: diálogos difíceis e tensões latentes https://revistas.uva.es/index.php/socireli/article/view/3243 <p><span lang="PT">Os estudos feministas têm desencadeado ampla discussão pública sobre cidadania e igualdade de género, paralelamente tem-se assistido ao crescimento de movimentos sociais enquadráveis no ativismo religioso de oposição às teorias feministas. O presente artigo analisa a produção científica sobre a tensão entre a religião e os estudos feministas, através de um estudo exploratório de revisão da literatura de artigos publicados em revistas científicas portuguesas indexadas ao Scielo. Da análise de conteúdo desses trabalhos os resultados apontam para a prevalência de artigos relativos a religiões monoteístas (cristãs) que ilustram, na sua maioria, uma visão androcêntrica do discurso religioso.</span></p> Sofía Bergano ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2019-02-24 2019-02-24 8 117 130 10.24197/jstr.0.2019.117-130 A visão do sagrado pelos millennials: a idolatria dos Youtubers https://revistas.uva.es/index.php/socireli/article/view/3335 <p>Os heróis do imaginário infantil situam-se em paradigmas socioculturais diferentes, mas preservando alguns traços comuns, como: a força do(s) poder(es) extraordinário(s), a bipolaridade do bem e do mal, a relação entre elementos cósmicos e entre o humano e o inumano.</p> <p>Estes heróis vão desde o homem-deus dos clássicos gregos, à figura do messias numa linha judaico-cristã, às míticas personagens dos contos de fadas eternizadas pela cultura cinematográfica, passando para versões mais tecnologizadas como os <em>Pokémones</em>até modelos mais biónicos.</p> <p>Atualmente parece emergir um novo “herói” para os<em>millennials</em>que se consubstancia na “personagem” do <em>Youtuber</em>.</p> <p>Como <em>corpus</em>da investigação partimos das representações que crianças com idades entre os 9 e os 13 anos têm acerca dos <em>Youtubers</em>. A amostra incluiu crianças de uma escola pública portuguesa às quais aplicámos um inquérito por questionário <em>online</em>.</p> Elisa Do Rosario Fernandes Dias ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2019-02-03 2019-02-03 8 131 145 10.24197/jstr.0.2019.131-145 Cultura e educação na galáxia de Zuckerberg: reflexões a partir da diarística infantojuvenil https://revistas.uva.es/index.php/socireli/article/view/3508 <p>O presente artigo elabora uma reflexão acerca da configuração da hodiernidade, que será considerada como a “Galáxia de Zuckerberg” (e já não apenas a “aldeia global” de McLuhan). Depois das galáxias de Gutenberg (massificação editorial) e de Marconi (rapidez de difusão), vivemos um tempo de profundas alterações nos meios e nos processos de comunicação, os quais são geradores de transformações sociais, culturais e educacionais. Partindo da confrontação de um vasto leque de abordagens (Popper, Llosa, Lipovetsky, Bauman, Melo, Nichols, Foer, Valero-Matas, Sánchez-Bayón, entre outros), reflete-se acerca da cultura na era da pós-globalização, marcada pela virtualização e desmaterialização dos modos de viver e comunicar. Enquadrando toda esta reflexão, faz-se, no âmbito da semiótica literária, uma análise de obras diarísticas da literatura infantojuvenil, realçando-se o processo de ficcionalização deste género autobiográfico e o investimento em narrativas humorísticas, marcadas pela dessacralização (problema ético) das relações – com evidentes repercussões no âmbito da educação.</p> Carlos Manuel Da Costa Teixeira ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2019-08-04 2019-08-04 8 146 164 10.24197/jstr.0.2019.146-164